Turquia diz que não vai extraditar ex-vice-presidente do Iraque

A Turquia disse nesta quarta-feira que não pretende extraditar para o Iraque o ex-vice-presidente iraquiano Tareq al-Hashemi, que está sendo procurado pela Interpol.

O político é acusado de gerenciar esquadrões de morte que mataram xiitas no Iraque.

O vice-premiê turco, Bekir Bozdag, disse que al-Hashemi está na Turquia para um tratamento médico, e que o governo não vai extraditar uma pessoa que é considerada um aliado.

Al-Hashemi diz que as acusações contra ele tem cunho político, e que sua vida estaria em perigo caso voltasse para o Iraque.