Irmão de vítima atira sapato contra atirador durante julgamento na Noruega

O julgamento do norueguês Anders Behring Breivik, que matou 77 pessoas em um massacre em julho do ano passado, foi interrompido nesta sexta-feira quando o irmão de uma das vítimas arremessou um sapato contra o atirador e seu advogado.

"Você matou meu irmão! Vá para o inferno!", gritou o homem na sala do tribunal em Oslo antes de atirar o sapato, que não acertou Breivik mas atingiu seu advogado de defesa.

Pessoas na galeria onde fica o público aplaudiram o homem, que foi levado para fora da sala por guardas para que o julgamento fosse retomado.

Segundo a agência de notícias AFP, Breivik teria dito que "se alguém quer jogar algo em mim, que o faça quando eu estiver entrando ou saindo (da sala do tribunal), e não contra o meu advogado".

O atirador norueguês admite ter matado 77 pessoas em uma ilha próxima de Oslo e com um carro-bomba no centro da capital da Noruega.