Ataques aéreos matam dez militantes da Al-Qaeda no Iêmen

Militares do Iêmen informaram que pelo menos dez militantes da Al-Qaeda foram mortos neste sábado em dois ataques aéreos que teriam sido realizados por aeronaves não tripuladas dos Estados Unidos.

As mortes ocorreram no sul do país.

O governo americano não confirmou os ataques e os Estados Unidos não confirmam oficialmente o uso de aeronaves não tripuladas no Iêmen.

Na quinta-feira oito militantes da Al-Qaeda foram mortos em ataques com mísseis. Na segunda-feira, as autoridades do Iêmen informaram que um líder da Al-Qaeda procurado por envolvimento no ataque contra o navio de guerra americano USS Cole, ocorrido em 2000, foi morto em um ataque aéreo.

No começo da semana, o diretor do FBI, Robert Mueller, disse que o grupo da Al-Qaeda no Iêmen é a mais grave ameaça terrorista que os Estados Unidos enfrentam atualmente.