Executiva e operadores do JPMorgan renunciam a cargos depois de perdas de US$ 2 bilhões

Jornais dos Estados Unidos informaram que uma importante executiva e dois operadores do JPMorgan, o maior banco americano, devem renunciar aos cargos depois que o banco revelou uma surpreendente perda de US$ 2 bilhões em investimentos.

Segundo o The New York Times e o The Wall Street Journal, Ina Drew, a chefe de investimentos que supervisionou a operação que resultou na perda de US$ 2 bilhões deve renunciar ao cargo.

Ela é descrita como uma das mulheres mais poderosas de Wall Street.

Os dois operadores supervisionados por Drew também devem deixar o JPMorgan.

Quando o problema foi divulgado, na sexta-feira, o presidente-executivo do banco, Jamie Dimon, afirmou que a operação teve "muitos erros, desleixo e mau julgamento".