Greve para metrô de Buenos Aires

Trabalhadores da seis linhas de metrô em Buenos Aires iniciaram uma greve de dois dias nesta quarta-feira por maiores salários e melhores condições de trabalho.

Estima-se que a medida afetará cerca de meio milhão de pessoas por dia, que devem precisar encontrar meios alternativos de transporte.

O representante dos trabalhadores, o secretário-geral da Associação dos Metroviários e Premetro, Roberto Pianelli, salientou que há quatro meses exigem uma solução.

"A Metrovías (concessionária do serviço) diz que não tem dinheiro e o governo municipal não toma as rédeas da situação", explicou Pianelli.