Dinamarca condena quatro por planejarem ataque a jornal

Um tribunal na Dinamarca condenou quatro homens por planejarem um ataque a um jornal do país que publicou charges do profeta Maomé em 2005.

Os homens - três suecos de origem árabe e um tunisiano - foram condenados a 12 anos de prisão.

O tribunal ordenou que eles sejam expulsos na Dinamarca no fim de suas sentenças.

Os quatro haviam plabnejado o que os promotores chamaram de um tiroteio indiscriminado na redação do jornal Jyllands-Posten em Copenhage.