Síria: embaixadores de 11 países ocidentais 'não são bem-vindos'

A Síria anunciou que expulsará embaixadores e diplomatas de 11 países ocidentais em resposta à expulsão coordenada dos embaixadores sírios por estes países, após o massacre de mais de 100 pessoas na cidade de Houla.

Um porta-voz do Ministério das Relações exteriores sírio disse que entre os que não serão admitidos no país estão embaixadores dos Estados Unidos, Grã-Bretanha, Turquia e França.

No entanto, todos estes países já haviam retirado seus representantes diplomáticos da Síria nos últimos meses por razões de segurança ou em protesto contra o uso de violência do governo de Bashar Al-Assad contra civis.