Negociação entre Irã e agência nuclear da ONU termina sem avanços

A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) disse nesta sexta-feira que, depois de uma reunião de oito horas, não houve avanço nas negociações com o Irã, que buscavam um acordo para permitir acesso imediato de inspetores da agência a instalações iranianas.

A agência nuclear, vinculada à ONU, vem pressionando Teerã para ter acesso ao complexo militar de Parchin, onde suspeita que foram feitos testes relevantes para o desenvolvimento de armas nucleares.

Potências ocidentais pressionam o Irã a abandonar seu programa de enriquecimento de urânio, por temor de que o país esteja secretamente planejando construir armas nucleares.

O Irã nega as alegações e afirma que seu programa nuclear tem o objetivo de gerar energia para uso civil.

O fracasso da reunião desta sexta-feira ocorre 10 dias antes de negociações de alto nível entre o Irã e EUA, China, Rússia, Alemanha, França e Grã-Bretanha, que serão realizadas nos dias 18 e 19, em Moscou.