Premiê japonês pede que país volte a usar energia nuclear

O premiê japonês, Yoshihiko Noda, voltou a pedir, nesta sexta-feira, que pelo menos dois dos 50 reatores nucleares desativados desde o desastre de Fukushima voltem a ser usados.

Em pronunciamento televisionado, Noda disse que a sociedade japonesa precisa de uma fonte estável e barata de energia.

Antes do acidente nuclear de Fukushima no ano passado, 30% da energia japonesa vinha de usinas nucleares.

Mas muitas comunidades se recusam a permitir que os reatores voltem a ser usados, por temer novos acidentes.