EUA suspeitam que Síria esteja burlando sanções financeiras

Autoridades dos Estados Unidos afirmaram na sexta-feira suspeitar que a Rússia esteja ajudando instituições sírias a escapar de sanções financeiras impostas pela comunidade internacional.

Após uma visita a Moscou, David Cohen, subsecretário do Tesouro dos EUA, disse à BBC estar preocupado com relatórios segundo os quais bancos russos estariam oferecendo ajuda ao Banco Central da Síria.

Ele afirmou que já há evidência de que as sanções estão tendo impacto na economia síria, uma vez que o valor da moeda local já teria caído pela metade.

Porém, segundo ele, a proximidade entre Damasco e Moscou estaria minando o programa de sanções.