Ahmadinejad defende mundo mais igualitário na Rio + 20

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, disse que nenhum projeto de desenvolvimento deve acarretar que a felicidade de um país signifique a infelicidade de outro, durante a Rio + 20.

Segundo ele, que defendeu um mundo mais igualitário, a busca por lucros precisa ser repensada.

Ahmadinejad iniciou nesta quarta-feira o primeiro dos dois dias de viagem ao país.

O presidente iraniano esteve antes na Bolívia e, depois do Brasil, deve ir à Venezuela.