Irmão de Bernard Madoff admite culpa em fraude financeira

O irmão do mega investidor Bernard Madoff, autor da maior fraude financeira da história, admitiu nesta sexta-feira ser culpado das acusações de conspiração e falsificação de documentos.

Em depoimento a um juiz de Nova York, Peter Madoff, de 61 anos, afirmou ter mentido quando disse que realizou uma análise completa da conformidade de sua empresa com as leis americanas.

Ele acrescentou que não sabia do esquema de pirâmide financeira empreendido durante décadas a fio por seu irmão. Segundo Peter, ele só soube a verdade por seu irmão em 2008.

Peter também aceitou a pena de dez anos de prisão e o confisco integral de seu bens. Ele deverá ser condenado em outubro deste ano.

Seu irmão, Bernard Madoff, cumpre pena de 150 anos de prisão em uma penitenciária na Carolina do Norte acusado de ser o mentor por trás do esquema de pirâmide financeira que causou perdas de até US$ 65 bilhões (R$ 130 bilhões).

Bernard, mais conhecido como 'Bernie', pagava retornos acima da média do mercado a antigos clientes com o dinheiro dos novos. Com a crise financeira de 2008, o esquema ruiu, lesando milhares de investidores.