Líder da esquerda do México contesta resultado de eleição presidencial

O líder da esquerda no México e segundo colocado na eleição presidencial do último domingo, Andrés Manuel López Obrador, afirmou que o pleito foi marcado por irregularidades e recusou-se a reconhecer seu resultado, que deu vitória a seu rival, Enrique Peña Nieto.

Com quase todas as urnas apuradas, Lopéz Obrador, do partido de esquerda PRD está seis pontos percentuais atrás de Peña Nieto.

O esquerdista afirmou que lançaria mão de todos os recursos disponíveis para contestar o processo eleitoral.

Em 2006, após perder a eleição presidencial para o adversário Felipe Calderón, López Obrador convocou uma série de protestos que tomaram as ruas do país.