General próximo a presidente sírio desertou, diz ministro francês

Um general próximo ao presidente sírio Bashar al-Assad teria desertado, representando um duro golpe ao regime, disse nesta sexta-feira o ministro das Relações Exteriores francês.

Laurent Fabius disse que o general Manaf Tlas está na Turquia e que sua deserção mostra que membros da cúpula do regime estão percebendo que a situação é insustentável. A informação ainda não foi confirmada.

A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, incentivou os dirigentes sírios a desertarem, afirmando ser "o tempo de abandonar o ditador, ficar ao lado de seus compatriotas e ficar do lado certo da história".