Timor Leste realiza eleições parlamentares

A população do Timor Leste votou neste sábado nas eleições parlamentares, meses antes da retirada planejada das forças de paz da ONU do país.

A ONU afirmou que irá retirar seus soldados do país até o fim do ano, caso as eleições aconteçam sem maiores problemas, após uma eleição presidencial pacífica em abril.

Mas com 21 partidos ainda na corrida, formar um novo governo pode ser difícil se não houver uma maioria clara.

O primeiro-ministro do país, Xanana Gusmão, disse estar confiante de que o seu partido, o Conselho Nacional da Resistência Timorense terá a maioria.

As campanhas dos principais partidos focaram em como gastar os lucros multibilionários do país com as vendas de petróleo.

O Timor Leste votou pela independência da Indonésia há mais de 10 anos, mas desde então sofre de instabilidade política e pobreza, apesar das reservas de petróleo e gás.

As forças de paz da ONU chegaram em 2006, após conflitos e tumultos em todo o país.