Judeus e muçulmanos europeus protestam contra lei sobre circuncisão na Alemanha

Organizações judaicas e muçulmanas na Europa divulgaram uma nota de protesto contra uma lei que criminaliza a circuncisão de meninos na Alemanha.

As entidades também fizeram um apelo conjunto aos legisladores do país para que protejam o direito à prática.

Em junho deste ano, um tribunal em Colônia, no oeste da Alemanha, decretou que a circuncisão de crianças com base em precedentes religiosos poderia levar a ferimentos corporais graves.

Na ocasião, a Associação Médica Alemã enviou um comunicado aos médicos do país para que não executassem circuncisões exceto por razões médicas, sob pena de serem processados.

Grupos judeus e islâmicos alegam que a circuncisão é fundamental para a manifestação de suas fés e deve ser legalmente protegida.