Rússia e China vetam sanções contra Síria

Rússia e China vetaram nesta quinta-feira uma resolução da ONU que imporia sanções contra o presidente sírio, Bashar al-Assad, se o regime não cessar o uso de equipamento militar pesado.

Esta foi a terceira vez em nove meses que os dois países usam seu poder de veto, como membros permanentes do Conselho de Segurança.

Na votação, 11 países votaram a favor e dois se abstiveram. Países ocidentais criticaram o resultado.