Irmandade Muçulmana diz que governo sírio desmorona

Um dos principais grupos opositores na Síria, a Irmandade Muçulmana disse em um comunicado que a autoridade do governo do presidente Bashar al Asad está em colapso, e desmorona em muitas áreas, e fez um chamado a seus seguidores à disciplina e à moderação.

O grupo islamista disse que todos têm a responsabilidade de ajudar a manter a segurança pública e os direitos fundamentais dos cidadãos.

De acordo com grupos de ativistas sírios, mais de 200 pessoas morreram em combates na sexta-feira. As forças do governo afirmaram ter vencido os rebeldes na capital, Damasco. Os conflitos também ocorreram na segunda cidade mais importante do país, Alepo.

Entretanto, o presidente sírio perdeu esta sexta-feira outro de seus colaboradores mais próximos, com a morte do chefe da Segurança Nacional, Hisham al Ijtiar, ferido no atentado de quarta-feira em Damasco.