Polícia tenta entrar em apartamento de suspeito de matança em Denver

A polícia do Colorado prepara nova tentativa de entrar no apartamento de James Holmes, suspeito de ter matado 12 pessoas e ferido outras 58 durante uma sessão de cinema em Denver, na sexta-feira.

A polícia planeja detonar os explosivos armados por Holmes com o uso de um robô. As autoridades já isolaram cinco edifícios próximos e estabeleceram um perímetro de várias quadras para garantir o trabalho de esquadrões antibomba.

James Holmes - que foi preso horas após a matança - foi identificado como ex-estudante da Escola de Medicina de Denver, da Universidade do Colorado, que abandonou o curso em junho. A universidade divulgou uma foto do suspeito na tarde desta sexta-feira.

O Clique ataque começou na madrugada desta sexta-feira no Cinema Century 16, em um shopping center do bairro de Aurora, durante a estreia do filme Batman, o Cavaleiro das Trevas Ressurge. Ao menos 12 pessoas morreram e cerca de 50 ficaram feridas. A vítima mais nova do ataque tinha 3 meses de idade.

O ataque provocou reações em várias cidades dos EUA e do mundo. Em Paris, a estreia do filme em um cinema do Champs-Elysées, foi cancelada. Em Nova York, a polícia decidiu enviar oficiais a várias sessões do filme, temendo que o ataque fosse "copiado" por outras pessoas. Em Washington, o presidente dos EUA, Barack Obama, emitiu nota dizendo estar "chocado e entristecido" com o episódio.

De acordo com a polícia de Aurora, bairro onde aconteceu a matança, Holmes se mudou para o Colorado vindo de San Diego, para a Califórnia, onde planejava obter seu diploma de pós-doutorado.