Noruega relembra um ano de assassinato de 77 por Breivik

A Noruega relembra um ano da morte de 77 pessoas e dos 48 feridos em um ataque a bombas e tiros em Oslo e na ilha de Utoeya.

O primeiro-ministro Jens Stoltenberg depositou uma coroa de flores em um monumento em Oslo e deve se juntar a centenas de pessoas em Utoeya, incluindo as famílias dos que foram assasinados.

Anders Behring Breivik, que confessou a autoria dos crimes, está sendo julgado.

"O assassino falhou, as pessoas venceram", disse Stoltenberg.

A maior parte dos mortos era de jovens ativistas do Partido Trabalhista que estavam em Utoeya para um acampamento de verão.