Queda de Assad é apenas ‘questão de tempo’ na Síria, diz general da ONU

Aleppo | Foto; AFP Direito de imagem AFP
Image caption Queda de regime de presidente sírio é questão de tempo, na visão de ex-chefe da missão da ONU

O general norueguês Robert Mood, ex-chefe da missão de observadores das Nações Unidas na Síria, disse nesta sexta-feira que a queda do presidente sírio Bashar al-Assad é apenas uma "questão de tempo".

"Na minha opinião é apenas uma questão de tempo até a queda deste regime que está usando força desproporcional e armas militares pesadas contra a população civil", disse.

As declarações de Mood chegam em meio ao agravamento da violência na cidade de Aleppo, segunda maior do país, onde se aguarda uma intensa batalha pelo domínio de bairros sob controle rebelde.

O militar deixou claro, no entanto, que o fim do regime não garante o encerramento dos confrontos no país, ameaçado por uma potencial guerra sectária entre as diversas facções religiosas que tendem a se enfrentar.

O Departamento de Estado americano disse temer que as forças de Assad estejam preparando um massacre em Aleppo, como já ocorreu em outras cidades sírias.

Na Síria, o jornal estatal Al-Watan disse que a "mãe de todas as batalhas" está prestes a ter início.

Em outro desdobramento, a Alta Comissária da ONU para Direitos Humanos, Navi Pillay, fez um apelo aos dois lados do conflito para que poupem os civis, ao frisar em suas declarações "a probabilidade de um iminente grande confronto".