Quatro são condenados à morte no Irã por escândalo financeiro

A Justiça do Irã condenou à morte quatro pessoas envolvidas no maior escândalo financeiro da história do país.

O julgamento do caso começou em fevereiro e, ao todo, 39 pessoas envolvidas com o caso foram levadas à Justiça.

As autoridades iranianas estimam que o esquema de fraudes bancárias tenha envolvido mais de US$ 2,5 bilhões.

Os envolvidos usavam documentos falsificados para conseguir empréstimos e comprar companhias estatais pelo programa de privatização do governo.