Itália quer restaurar Coliseu com verba privada

O governo italiano afirmou nesta terça-feira que levará adiante um plano para restaurar o Coliseu por meio de verba doada pela iniciativa privada.

A estimativa é que a obra custe ao menos US$ 30 milhões (R$ 61 milhões). Ela deve ser financiada pelo milionário italiano Diego Della Valle.

Arqueólogos contrários à reforma afirmam que grandes rachaduras surgiram recentemente no monumento e ele estaria se inclinando para o lado.

As obras devem começar em dezembro e durar ao menos três anos. Áreas atualmente fechadas devem ser abertas à visitação pública.