Anisitia Internacional acusa Síria de crimes contra a humanidade

A organização de direitos humanos Anistia International afirmou que o regime da Síria está cometendo crimes contra a humanidade.

A acusação consta de um relatório recém-divulgado pela entidade. A Anistia diz que o regime do presidente Bashar al Assad vem atacando civis sírios, principalmente na cidade de Aleppo, a segunda maior do país.

Aleppo que tem sido alvo de pesados combates entre rebeldes e governo e tanto militantes como representantes do regime acreditam que o desenlace do conflito será decisivo para indicar o desfecho do confronto entre as duas facções.

O conflito em Aleppo já obrigou 200 mil pessoas a abandonarem as suas casas. A Anisitia Internacional defende no relatório que a liderança síria deve ser julgada no Tribunal Penal Internacional de Haia.