Governo da Gâmbia executa nove prisioneiros, diz Anistia

Atualizado em  24 de agosto, 2012 - 20:07 (Brasília) 23:07 GMT

A Anistia Internacional afirmou nesta sexta-feira que o governo da Gâmbia executou nove presos após 29 anos sem aplicar a pena capital no país.

A organização afirmou à BBC que os nove prisioneiros faziam parte de um grupo de 47 condenados à morte.

Entre os mortos estariam uma mulher e três cidadãos do Senegal.

Uma organização local de proteção aos direitos humanos criticou o presidente Yahya Jammeh por supostamente ter dito que todas as sentenças de morte serão cumpridas até o meio de setembro.

Segundo os ativistas, muitos dos sentenciados são prisioneiros políticos ou não tiveram um julgamento justo.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.