Tibetanos se imolam e morrem em protesto contra o governo chinês

Atualizado em  28 de agosto, 2012 - 07:22 (Brasília) 10:22 GMT

Um grupo ativista informou que dois jovens tibetanos atearam fogo aos próprios corpos e morreram em um protesto contra o governo chinês.

O grupo Free Tibet afirmou que os dois adolescentes, um monge e um ex-monge, realizaram o protesto do lado de fora do monastério de Kirti, em Ngaba, uma área tibetana no oeste da China.

O monastério tem sido o local de protestos e imolações contra o governo da China e estas manifestações estão se espalhando pela região.

Desde 2009 pelo menos 50 tibetanos atearam fogo ao próprio corpo e metade deles teria morrido.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.