Justiça do Barein confirma condenações contra líderes de protestos contra o governo

Atualizado em  4 de setembro, 2012 - 14:37 (Brasília) 17:37 GMT
Manifestantes foram para as ruas do Barein no ano passado (Reuters)

Manifestantes foram para as ruas do Barein no ano passado

A Justiça do Barein manteve a decisão de condenar a longas penas de prisão os líderes dos protestoes contra o governo e pela democracia, ocorridos no ano passado.

Oito pessoas foram condenadas à prisão perpétua incluindo um importante líder de oposição, Hassan Mushaimaa, e um ativista que defende os direitos humanos Abdulhadi al-Khawaja, que fez uma greve de fome de 110 dias na cadeia no início deste ano.

O grupo de defesa dos direitos humanos Anistia Internacional, afirmou que a decisão desta terça-feira foi vergonhosa e exigiu a libertação imediata e incondicional dos prisioneiros.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.