Julgamento do mensalão é retomado com últimos votos sobre Banco Rural

Atualizado em  6 de setembro, 2012 - 15:15 (Brasília) 18:15 GMT

O Supremo Tribunal Federal (STF) retomou na tarde desta quarta-feira o julgamento do chamado 'mensalão' - a ação penal 470 - com a leitura do voto do ministro Gilmar Mendes, sobre a acusação de gestão fraudulenta no Banco Central.

Ex-dirigentes da instituição são acusados de envolvimento em um esquema de compra de votos de parlamentares em troca de apoio político.

"Foi a sucessão de ações e omissões que caracteriza um reprovável modo de administração", afirmou Mendes em seu depoimento. "Várias foram as irregularidades e vicissitudes encontradas neste processo (realizado pelo Banco Rural)."

O STF deve concluir nas próximas horas o julgamento dos réus do Banco Rural, com os últimos votos do processo. Mendes será seguido por Marco Aurélio Mello, Celso de Mello e pelo presidente da Corte, Carlos Ayres Britto.

Na última segunda-feira, o ministro Ricardo Lewandowski já havia votado pela condenação de Kátia Rabello, ex-presidente do Banco Rural, e José Roberto Salgado, seu vice na ocasião.

Além de Lewandowski, o ministro-relator Joaquim Barbosa também já havia votado. Ele defendeu a condenação de Vinícius Samarane e Ayanna Tenório, além de Kátia Rabello e José Roberto Salgado, todos ex-dirigentes do Banco Rural.

A direção do Banco Rural é acusada de ter concedido empréstimos, como os de R$ 19 milhões à agência de publicidade SMP&B, de R$ 10 milhões à Graffiti Participações, ambas de propriedade do grupo de Marcos Valério, e crédito de R$ 3 milhões ao Partido dos Trabalhadores (PT).

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.