Irmão de vítima de tiroteio na França nega disputa familiar

Atualizado em  7 de setembro, 2012 - 15:17 (Brasília) 18:17 GMT

As autoridades francesas que investigam o assassinato de quatro pessoas na região dos Alpes disseram nesta sexta-feira que o irmão de uma das vítimas negou alegações sobre uma disputa familiar, que poderia ter motivado o crime.

O irmão de Saad al-Hilli, uma das vítimas, se apresentou em uma delegacia de polícia no Reino Unido e negou que houvesse um conflito sobre temas financeiros.

As autoridades francesas dizem que um investigador foi enviado a Londres para colaborar com a polícia britânica e entrevistar o irmão de Al-Hilli como testemunha.

Al-Hilli, nascido em Bagdá, era cidadão britânico. Também morreram no ataque sua mulher e sua sogra, além de um ciclista que estava próximo ao local.

Sobreviveram ao ataque as duas filhas de Al-Hilli, Zainad, de 7 anos, que foi baleada e está em estado crítico, e Zeena, de 4, que não foi ferida mas está em estado de choque.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.