Paquistão bloqueia YouTube por divulgação de vídeo anti-islâmico

Atualizado em  17 de setembro, 2012 - 17:25 (Brasília) 20:25 GMT

O primeiro-ministro paquistanês, Raja Pervez Ashraf, ordenou o bloqueio ao acesso ao YouTube depois que o site de compartilhamento de vídeos se recusou a remover trechos de um filme amador americano considerado anti-islâmico.

O filme Innocence of Muslims (Inocência de Muçulmanos, em tradução livre) vem causando uma onda de protestos em diversos países muçulmanos por retratar o profeta Maomé de forma considerada ofensiva.

Há dois anos, o governo do Paquistão baniu o Facebook e o YouTube depois que os sites divulgaram desenhos do profeta Maomé que foram considerados uma blasfêmia por muitos muçulmanos.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.