Mensalão: ministro deve concluir voto sobre réus do núcleo político

Atualizado em  20 de setembro, 2012 - 15:09 (Brasília) 18:09 GMT

A sessão desta quinta-feira do julgamento do mensalão deve ser dominada pela conclusão do voto do ministro-relator, Joaquim Barbosa, sobre o chamado núcleo político do processo.

Barbosa vai tratar das suspeitas de crime de lavagem de dinheiro, que teriam sido comeditos pelos acusados ligados ao PTB.

Joaquim Barbosa (Foto: José Cruz/ABr)

Barbosa deve votar sobre José Borba, ex-deputado do PMDB, acusado de receber verba de Marcos Valério

Também estará em pauta a conduta de José Borba, ex-deputado do PMDB, que é acusado de receber verbas do empresário Marcos Valério em troca de apoio para o presidente Lula.

Na quarta-feira, Barbosa havia dito que o ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB) cometeu crime de corrupção passiva.

Ao ler seu voto, o relator disse que Jefferson, que era presidente do PTB e recebeu R$ 4 milhões do PT, se valeu de sua função para "solicitar recursos oferecendo em troca a fidelidade e apoio do partido nas decisões no Congresso".

Jefferson foi o delator do esquema de compra de votos no Congresso que ficou conhecido como mensalão. Entre as acusações analisadas estão as de crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro envolvendo partidos da base aliada em 2003 e 2004, durante o governo do presidente Lula.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.