Obama faz apelo contra violência no mundo muçulmano na ONU

Atualizado em  26 de setembro, 2012 - 04:17 (Brasília) 07:17 GMT

O presidente americano, Barack Obama, fez um apelo a líderes mundiais na ONU para que rejeitem a violência e o extremismo e, em união com os Estados Unidos, combatam as causas dos protestos no Oriente Médio.

Obama fez seu último discurso na Assembleia Geral da ONU antes do fim do seu mandato. Ele concorrerá à reeleição em novembro.

Ele fez um apelo ao presidente Bashar Al-Assad para que renuncie na Síria. Segundo Obama, o futuro do país não pode pertencer "a um ditador que massacra seu povo".

Ele também disse que a ONU precisa trabalhar para evitar que o Irã adquira armas nucleares.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.