Google tirará do YouTube vídeo de campanha do MS

Atualizado em  27 de setembro, 2012 - 23:48 (Brasília) 02:48 GMT

O presidente das operações do Google no Brasil, Fabio José Silva Coelho, informou nesta quinta-feira que o YouTube (pertencente ao Google) tirará do ar um vídeo político que, na véspera, levara o executivo à prisão.

Em comunicado, o Google afirmou que a determinação da Justiça não lhe deu escolha a não ser bloquear o vídeo com ataques ao candidato Alcides Bernal (PP), que concorre à prefeitura de Campo Grande (MS).

Na última quinta, o juiz da 35ª Zona Eleitoral de Campo Grande, Flávio Saad Peron, havia ordenado a prisão de Coelho por causa da recusa inicial em tirar o vídeo do YouTube. Mas o próprio juiz determinou a soltura pouco depois, quando a notícia já havia se tornado manchete em todo o mundo.

Para Coelho, decisões como a da Justiça de Campo Grande podem cercear a liberdade de expressão.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.