Filipinas propõem região islâmica para acabar com conflito armado

Atualizado em  7 de outubro, 2012 - 07:04 (Brasília) 10:04 GMT

O governo das Filipinas anunciou neste domingo ter acertado um plano de paz com o maior grupo rebelde muçulmano do país, a Frente Moro de Liberação Islâmica (FMLI).

Confrontos entre militantes e forças do governo deixaram mais de 120 mil mortos nos últimos 40 anos.

O acordo com a FMLI prevê a criação de uma região islâmica semi-autônoma no sul do país, chamada de Bangsamoro.

Os militantes muçulmanos disseram ter ficado muito satisfeitos com a solução.

O presidente filipino, Benigno Aquino, afirmou que o plano inclui não apenas a FMLI, mas todos os grupos separatistas do país.

Por enquanto, ainda não foi estabelecida a área total da região que ficaria sob regime islâmico.

Além disso, a medida precisa ser aprovada pelo povo, de maioria católica, em referendo.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.