Dois pesquisadores de células tronco dividem o Nobel de Medicina

Atualizado em  8 de outubro, 2012 - 08:06 (Brasília) 11:06 GMT

Dois pioneiros na pesquisa com células tronco, John Gurdon da Grã-Bretanha e Shinya Yamanaka do Japão, dividiram o Prêmio Nobel de Medicina de 2012.

Em pesquisas diferentes, eles conseguiram transformar células especializadas em células tronco.

Enquanto, o britânico usou tecido do intestino de sapos para clonar o animal, o pesquisador japonês alterou os genes de um rato para reprogramar as suas células.

O comitê do prêmio Nobel disse que ambos revolucionaram a ciência.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.