Na Grécia, chanceler alemã diz que ainda há muito a ser feito

Atualizado em  9 de outubro, 2012 - 12:54 (Brasília) 15:54 GMT

Em pronunciamento ao lado do primeiro-ministro grego, Antonis Samaras, a chanceler (premiê) alemã, Angela Merkel, disse que a Grécia estava em uma trajetória muito difícil, mas necessária, e que ainda há muito a ser feito para garantir que as gerações futuras vivam com prosperidade.

A posição da alemã chega durante uma controversa visita à capital grega, que levou milhares de manifestantes às ruas.

O governo isolou diversas ruas da cidade e despachou 7 mil policiais como parte do esquema de segurança, antecipando os grandes protestos.

A Alemanha, peça-chave dos pacotes de ajuda financeira obtidos pela Grécia junto ao Banco Central Europeu, União Europeia e Fundo Monetário Internacional, é vista como a força principal por trás das exigências de cortes de salário e medidas de austeridade em troca dos empréstimos.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.