Adolescente que defende educação para meninas é baleada no Paquistão

Atualizado em  9 de outubro, 2012 - 09:33 (Brasília) 12:33 GMT

Uma estudante de 14 anos do noroeste do Paquistão, que fazia campanha pela educação de meninas no país, foi baleada na cabeça e no pescoço nesta terça-feira.

Malala Yousafzai chegou a ser indicada a um prêmio internacional por sua campanha.

Ela foi baleada por um homem não identificado quando ia da escola para casa em Mingora, na região de Swat.

A estudante escrevia regularmente um diário para o Serviço Urdu da BBC enquanto o Talebã controlava a região de Swat três anos atrás e a educação de meninas era proibida.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.