Despejo de milhões na China é violação de direitos humanos, diz Anistia

Atualizado em  11 de outubro, 2012 - 07:10 (Brasília) 10:10 GMT

A Anistia Internacional disse que milhões de pessoas na China estão sendo despejadas do local onde vivem de maneira violenta e que as ações constituem uma grande violação dos direitos humanos.

A base do problema, de acordo com o grupo humanitário, seriam autoridades locais que expulsam os moradores para fazer negócios com empresas imobiliárias, entre outras, e atingir metas econômicas.

Um documento de 85 páginas analisou 40 despejos entre 2009 e 2012 e conta que em nove destes casos, as ações terminaram em mortes.

O relatório informa que o problema tem causado manifestações em todo o país.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.