Suprema Corte de Honduras considera inconstitucional projeto de 'cidades privadas'

Atualizado em  18 de outubro, 2012 - 20:04 (Brasília) 23:04 GMT

A Suprema Corte de Honduras considerou inconstitucional nesta quinta-feira um projeto para construir 20 cidades administradas pela iniciativa privada no país, com sua própria polícia e sistema de impostos.

A maioria dos juízes decidiu que a proposta das "cidades-modelo", apoiada pelo presidente Porfírio Lobo e aprovada pelo Congresso no ano passado, violava princípios de soberania e integridade territorial.

Lobo afirmou que o projeto criaria milhares de empregos no país, onde a pobreza é endêmica, mas a oposição acusou o presidente de tentar vender o país para companhias internacionais.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.