Imprensa pressiona ministro japonês para renunciar por ligação com máfia Yakuza

Atualizado em  21 de outubro, 2012 - 07:27 (Brasília) 09:27 GMT

O ministro da Justiça do Japão, Keishu Tanaka, está sendo pressionado para deixar o cargo, depois que surgiram denúncias na imprensa de que ele teve conexões com o crime organizado no passado.

Tanala recém assumiu o ministério há três semanas, mas logo em seguida surgiram notícias de que ele tem ligações com a famosa gangue da Yakuza.

Ele não negou as notícias, mas afirmou que tudo aconteceu há 30 anos. Neste domingo, o principal jornal do Japão, o Yomiuru Shimbun, pediu que o premiê Yoshihiko Noda demita Tanaka.

O ministro foi internado na sexta-feira, alegando mal-estar.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.