Berlusconi é sentenciado à prisão por fraude fiscal em grupo de mídia

Atualizado em  26 de outubro, 2012 - 12:55 (Brasília) 14:55 GMT

A Justiça de Milão, na Itália, sentenciou o ex-premiê Silvio Berlusconi a quatro anos de prisão, sob acusações de fraude fiscal em conexão com a compra de direitos de transmissão por parte de seu grupo midiático, o Mediaset.

Ainda cabem dois recursos à decisão - a qual também impede o ex-premiê de concorrer a cargos públicos pelos próximos três anos. Berlusconi só será detido após uma decisão final, informa a agência Reuters.

Segundo a Promotoria, o Mediaset inflou artificialmente os preços da distribuição de direitos autorais de filmes. As ações do Mediaset caíram 3% após a decisão judicial.

A decisão judicial desta sexta ocorre apenas dois dias depois de Berlusconi, 76 anos, confirmar que não vai concorrer às próximas eleições, em 2013, como líder de seu partido de centro-direita.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.