Governo de Mianmar admite confrontos que deixaram 82 mortos

Atualizado em  27 de outubro, 2012 - 21:53 (Brasília) 23:53 GMT

O governo de Mianmar admitiu neste sábado a morte de 82 pessoas em confrontos entre diferentes grupos étnicos no Estado de Rakhine.

Segundo as declarações oficiais, a maioria das vítimas são muçulmanos da etnia Rohingya, considerados imigrantes ilegais, alvos de ataques perpetrados pela população local.

Um porta-voz da Presidência disse que tropas adicionais podem ser enviadas para restaurar a estabilidade na cidade de Kyaukpyu, epicentro dos conflitos.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.