Governo da Holanda faz doação milionária para Paquistão combater tráfico de drogas

Atualizado em  2 de novembro, 2012 - 15:19 (Brasília) 17:19 GMT

O governo holandês vai doar US$ 2,5 milhões (R$ 5 milhões) em apoio ao plano da aplicação da lei e da justiça criminal na área costeira do Paquistão, o Baluchistão, encabeçado pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC).

Nesta quinta-feira, o embaixador holandês no Paquistão, Scheltema Gajus, e o representante da UNODC no país, Douglas Jeremy, assinaram o acordo, que será válido por três anos.

De acordo com a edição mais recente do Relatório Mundial sobre Drogas da UNODC, publicada neste ano, quase um terço das drogas produzidas no Afeganistão é contrabandeado para o resto do mundo através da área costeira do Baluchistão.

O Afeganistão é o maior produtor de ópio do mundo, somando 5,8 mil toneladas em 2011, segundo o relatório.

A droga é contrabandeada sobretudo através Baluchistão para o Paquistão, acrescenta o levantamento.

Como parte do programa, o UNODC trabalha com a polícia no Baluchistão para fortalecer a gestão interna, incrementar a capacitação institucional para a formação policial, melhorar a investigação das habilidades da cena do crime e aumentar a conscientização sobre o tráfico humano.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.