Corrupção ameaça Estado e PC, diz líder da China

Atualizado em  8 de novembro, 2012 - 08:02 (Brasília) 10:02 GMT

O presidente da China, Hu Jintao, adevertiu que os casos de corrupção envolvendo políticos ameaçam o Estado e o Partido Comunista da China.

A advertência de Hu foi feita durante a abertura do Congresso do Partido Comunista Chinês, em Pequim, em que será definida a nova geração de líderes do país.

O congresso deve durar uma semana e acontece a portas fechadas.

Hu advertiu que é preciso atentar para a indignação popular diante de vários casos de corrupção eu que as autoridades oficiais e suas famílias precisam manter elevados padrões de ética.

A transição para uma nova geração de líderes acabou sendo ofuscada pelo escândalo ocorrido a poucos meses envolvendo o político Bo Xilai, que era cotado até para ser o próximo presidente do país.

Bo e sua mulher são acusados de corrupção e de envolvimento no assassinato de um empresário britânico.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.