Militar de 'escândalo Wikileaks' pode se declarar culpado

Atualizado em  9 de novembro, 2012 - 08:21 (Brasília) 10:21 GMT

O militar americano que teria vazado informações confidenciais para o Wikileaks poderá se declarar culpado de algumas das acusações mais amena que enfrenta, segundo seu advogado.

O recruta Bradley Manning poderá pegar prisão perpétua se considerado culpado pela acusação de ter auxiliado o inimigo.

A acusação é uma das 22 que ele enfrenta. O advogado de Manning, David Coombs, fez a oferta durante uma audiência na quarta-feira.

A oferta é o primeiro sinal que ele irá admitir ter vazado informações confidenciais contidas em documentos diplomáticos sobre as guerras do Iraque e do Afeganistão.

Acredita-se que Manning, de 24 anos, que atuava como analista de inteligência, teria sido a fonte do vazamento, que fez com que o Wikileaks ganhasse fama mundial.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.