Obama diz que escândalo na CIA não representou risco à segurança

Atualizado em  14 de novembro, 2012 - 17:56 (Brasília) 19:56 GMT

O presidente dos EUA, Barack Obama, disse nesta quarta-feira que não tem indícios de que tenha sido divulgada qualquer informação confidencial que possa afetar a segurança nacional americana, no caso do escândalo que levou à renúncia do diretor da CIA, David Petraeus.

Em sua primeira entrevista coletiva após ter sido reeleito, na semana passada, Obama ressaltou que há uma investigação em curso sobre os fatos envolvendo a relação extraconjugal do General Petraeus com sua biografa.

No entanto, o presidente afirmou que o ex-diretor da CIA, que renunciou na última sexta-feira, serviu aos EUA com grande distinção.

Na mesma entrevista, Obama voltou a afirmar que os mais ricos deverão pagar mais impostos. Ele pediu a aprovação rápida de uma lei que impeça aumentos de impostos para a classe média, mas disse que não vai estender os cortes de impostos para a camada mais rica da população americana.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.