Egito condena ataques de Israel a Gaza

Atualizado em  15 de novembro, 2012 - 09:51 (Brasília) 11:51 GMT

O presidente do Egito, Muhammad Mursi, condenou nesta quinta-feira os ataques promovidos por Israel à Faixa de Gaza.

Israel afirma que as ações são uma resposta ao disparo de foguetes de Gaza em direção ao território israelense.

Mursi, que já havia chamado para consultas o embaixador do Egito em Israel, ofereceu condolências aos mortos em Gaza, a quem chamou de "mártires".

Segundo ele, a ação israelense ameaça a estabilidade na região.

O Conselho de Segurança da ONU fez uma reunião de emergência na noite de quarta-feira para discutir a violência na região e pediu o fim do conflito.

Os países árabes haviam pedido que o conselho condenasse Israel, mas os Estados Unidos afirmam que Israel tem o direito de se defender dos disparos palestinos.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.