Corpo de Arafat é exumado para verificar causa da morte

Atualizado em  27 de novembro, 2012 - 04:34 (Brasília) 06:34 GMT

O corpo do líder palestino Yasser Arafat foi exumado nesta terça-feira do mausoléu onde estava sepultado em Ramallah, na Cisjordânia, por uma equipe de especialistas suíços, franceses e russos.

A equipe realizará testes para saber se a sua morte, em Paris, em 2004, foi causada por envenenamento. Alguns palestinos suspeitam de contaminação por alguma substância radioativa.

Há alguns meses, cientistas suíços disseram ter encontrado alto conteúdo de polônio na roupa e nos objetos pessoais de Arafat, o que levou à investigação mais detalhada para averiguar as causas de sua morte.

Arafat morreu em 2004 aos 75 anos, após sofrer um derrame cerebral e uma hemorragia provocadas por uma infecção desconhecida.

Ele foi durante 35 anos o líder da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), e em 1994 se tornou presidente da Autoridade Nacional Palestina.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.