Estilistas da Dolce & Gabbana são julgados por suposta sonegação de impostos

Atualizado em  3 de dezembro, 2012 - 12:25 (Brasília) 14:25 GMT

A Justiça de Milão, na Itália, deu início nesta segunda-feira ao julgamento dos estilistas Domenico Dolce e Stefano Gabbana, sob acusação de sonegação de impostos.

Famosos pela marca Dolce & Gabbana, eles são acusados de sonegar mais de US$ 500 milhões quando mudaram a grife para Luxemburgo, em 2004. Os estilistas negam terem cometido crimes.

A Promotoria alega que a dupla de estilistas vendeu a marca italiana para uma holding registrada em Luxemburgo, por um terço de seu valor de mercado.

A pena máxima, caso sejam condenados, é de até cinco anos de cadeia.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.