Princesa da Noruega dá explicações sobre viagem secreta à Índia

Atualizado em  3 de dezembro, 2012 - 21:22 (Brasília) 23:22 GMT
Mette Marit / AP

Princesa da Noruega, Mette Marit teve de se explicar por viagem secreta à Índia

A princesa consorte da Noruega Mette-Marit causou polêmica nesta segunda-feira ao anunciar que viajou secretamente à Índia em outubro passado para cuidar de gêmeos nascidos de uma barriga de aluguel e adotados por um casal gay de amigos.

Em um comunicado oficial, a princesa, casada com o príncipe-herdeiro da Noruega, Haakon, afirmou que tomou a decisão ao saber que os amigos - um dos quais trabalha no Palácio Real - não tinham conseguido um visto para o país a tempo do nascimento dos bebês.

Mette-Marit acrescentou que usou seu passaporte diplomático para viabilizar a viagem.

Na Índia, ela contou que permaneceu por três dias cuidando dos recém-nascidos no hospital, onde era considerada como uma "babá" pelos funcionários.

Não é a primeira vez que Mette-Marit se envolve em polêmicas. Quando se casou com Haakon, foi criticada pela sociedade norueguesa por ser plebeia e mãe de um filho de outro matrimônio.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.